5 de abril de 2016

Dica de livro: Perdão, Leonard Peacock

Hoje é o aniversário de Leonard Peacock. Também é o dia em que ele saiu de casa com uma arma na mochila. Porque é hoje que ele vai matar o ex-melhor amigo e depois se suicidar com a P-38 que foi do avô, a pistola do Reich. Mas antes ele quer encontrar e se despedir das quatro pessoas mais importantes de sua vida: Walt, o vizinho obcecado por filmes de Humphrey Bogart; Baback, que estuda na mesma escola que ele e é um virtuose do violino; Lauren, a garota cristã de quem ele gosta, e Herr Silverman, o professor que está agora ensinando à turma sobre o Holocausto. Encontro após encontro, conversando com cada uma dessas pessoas, o jovem ao poucos revela seus segredos, mas o relógio não para: até o fim do dia Leonard estará morto. (Skoob)

O que eu achei: o livro é bem legal, tem uma linguagem gostosa de ler e não é cansativo. É interessante e conforme você vai lendo, tenta descobri o que acontece com o personagem. O livo é basicamente 48hrs da vida do Leonard, porém com algumas lembranças e informações a mais que me fez ficar de boca aberta. Eu super indico!

E agora eu preciso da ajuda de vocês!!! Comprei 3 livros e um deles quero sortear aqui, então vou deixar vocês escolherem qual será. Pode deixar aqui nos comentários qual deles vocês querem que eu faça o sorteio e assim que eles chegarem eu vejo o que teve mais votos. 

E são:
O sol é para todos: um livro emblemático sobre racismo e injustiça: a história de um advogado que defende um homem negro acusado de estuprar uma mulher branca nos Estados Unidos dos anos 1930 e enfrenta represálias da comunidade racista. O livro é narrado pela sensível Scout, filha do advogado. Uma história atemporal sobre tolerância, perda da inocência e conceito de justiça.

Isto não é um livro: o que é um livro? Para Keri Smith, criadora de Destrua este diário e Termine este livro, essa pergunta pode ter várias respostas: um livro pode ser uma mensagem secreta, um equipamento de gravação, um instrumento musical... tudo depende da maneira como lidamos com ele. Neste novo projeto, Keri surpreende os leitores com inúmeras situações inusitadas que os farão questionar o que de fato é um livro. Plantar ideias, transformar páginas, viajar no tempo, desafiar-se — os convites a interagir e interferir no conteúdo são os mais diversos e improváveis, numa aventura de criação que atiça a curiosidade e bagunça os paradigmas do que são e para que servem os livros que lemos.

A garota no trem: um thriller psicológico que vai mudar para sempre a maneira como você observa a vida das pessoas ao seu redor. Todas as manhãs, Rachel pega o trem das 8h04 de Ashbury para Londres. O arrastar trepidante pelos trilhos faz parte de sua rotina. O percurso, que ela conhece de cor, é um hipnotizante passeio de galpões, caixas dágua, pontes e aconchegantes casas. Em determinado trecho, o trem para no sinal vermelho. E é de lá que Rachel observa diariamente a casa de número 15. Obcecada com seus belos habitantes a quem chama de Jess e Jason , Rachel é capaz de descrever o que imagina ser a vida perfeita do jovem casal. Até testemunhar uma cena chocante, segundos antes de o trem dar um solavanco e seguir viagem. Poucos dias depois, ela descobre que Jess na verdade Megan está desaparecida. Sem conseguir se manter alheia à situação, ela vai à polícia e conta o que viu. E acaba não só participando diretamente do desenrolar dos acontecimentos, mas também da vida de todos os envolvidos. Uma narrativa extremamente inteligente e repleta de reviravoltas, A garota No Trem é um thriller digno de Hitchcock a ser compulsivamente devorado.

Pronto, agora é só vocês comentarem e assim que os livros chegarem eu posto aqui pra vocês, e ah, não se esqueçam de dizer se já leram Perdão, Leonard Peacock e o que acharam!

Comentários

Comentários
2 Comentários

2 comentários:

  1. Já tinha visto uma resenha de Perdão, Leonardo Peacock que dizia que o livro era chato e intediante, mas a sua resenha mostrou totalmente o contrário :o
    Amo livros que envolvem o psicológico, inclusive Cartas de Amor os Mortos. O livro que mais me chamou atenção para o sorteio é O So é para Todos! Beijos
    www.parisdepriscila.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, eu achei Perdão tão legal, haha
      Obrigada pelo comentário =D

      Excluir

Conversa de Closet Todos os direitos reservados
Desenvolvido por pattyrocker

Voltar
ao topo