23 de setembro de 2012

Tempos que não voltam mais...

   Lembro de quando ganhei e minha primeira bicicleta, meu pai me deu. Ela era rosinha e tinha uma cestinha. Adorava ela, meu pai me levava num campinho aqui perto de casa e eu passava minhas tardes la. Lembro quando caia e ele ficava bravo porque naquele tempo meu sonho era ser modelo e ele falava:"mas como você vai ser modelo com essas pernas toda machucada?"Sinto falta de cair, sinto falta de machucados que doíam menos que um coração partido. Sinto falta daqueles amigos que fiz aqui na rua, que amigos. Brincávamos todos os dias, era muito divertido, não tinha malícia, não tinha brigas a não ser quando era pra escolher quem ia ficar no time de quem no "golzinho" ou na "bandeirinha".
  Naquele tempo não tínhamos preocupações tais como  três provas por dia ou trabalhos para apresentar, era tudo mais fácil sem falar que tínhamos nossas mães para nos ajudar a fazer as coisas.Sinto falta de quando perguntava pra minha mãe se era pra lavar o cabelo ou qual a roupa que tinha que usar, hoje é ela que me pergunta se a roupa está bem e se eu posso ajudar a tirar os cabelo brancos dela.Sinto falta de quando a minha mãe me cuidava mais, não que hoje ela não cuide, mas antes o cuidado era redobrado, se alguém brigasse comigo ela ia lá tirar satisfação, hoje eu que tenho que fazer isso.
  Parecia que o tempo parava quando estava com meus amigos, nunca pensei que fosse acabar um dia. Mas acabou, quase todos eles mudaram pra longe e hoje quando nos vemos é apenas um "oi" e "tudo bem" não temos mais assuntos.Infelizmente.O que restou hoje foi a lembrança e a saudade daquele tempo que não volta mais, que por mais que eu queira, não tem como.É difícil eu aceitar essa ideia de ter que crescer, não queria crescer, queria ser sempre aquela garotinha que brincava na rua o dia inteiro e quando era noite eu ia pra casa chegava e a minha mãe me perguntava:"não tem casa não guria"?
                                                                             (Priscilla)

“Esse texto faz parte da blogagem coletiva promovida no Depois dos Quinze

Comentários

Comentários
2 Comentários

2 comentários:

Conversa de Closet Todos os direitos reservados
Desenvolvido por pattyrocker

Voltar
ao topo